VEREADOR ALVONI MEDINA PRESTA HOMENAGEM A LÍDERES COMUNITÁRIAS

A cerimônia de descerramento das placas em homenagem as líderes comunitárias, da Vila dos Ferroviários em Porto Alegre, reuniram autoridades e familiares das homenageadas, na tarde da última quinta-feira, (17/06), na zona norte de Porto Alegre.

Atendendo à solicitação dos moradores que residem nas proximidades do logradouro público cadastrado, Vila dos Ferroviários, o vereador Alvoni Medina é o autor das legislações que homenageiam as líderes comunitárias, Gilda Maria da Silva Diniz, conforme Lei Nº 12788/2020 e Regina Flores de Souza, conforme Lei Nº 12731/2020.

Membro da comunidade, filho de Ferroviário e proponente da homenagem, Gabriel André Teixeira Machado, iniciou o ato simbólico destacando as histórias de lutas de mulheres em favor da comunidade. “É com muito carinho que lembro do empenho e garra que ambas as líderes tiveram pela nossa comunidade”, destacou Gabriel.

Em seguida, o vereador Alvoni Medina, agradeceu a presença de todos e ressaltou a relevância de momentos como este. “As histórias de vida dessas mulheres merecem a nossa homenagem, mulheres que lutaram pelos direitos da comunidade”, afirma Medina. Na oportunidade, Medina agraciou os familiares, de ambas homenageadas, com uma réplica da placa doada pela empresa Imobi.

Ainda, participaram da solenidade, o representante da empresa Imobi, Ricardo Silveira, e o presidente da Cooperativa Habitacional Diretor Augusto Pestana, Jair Maciel Moraes.

HISTÓRIA:

Gilda Maria da Silva Diniz, natural de Cachoeira do Sul, mudou-se para Porto Alegre no ano de 1966, na época, com 22 anos de idade. O esposo, Adão Diniz, trabalhou por 33 anos como ferroviário do Estado do Rio Grande do Sul. Ao decidir se aposentar, Adão Diniz foi despedido, juntamente com outros dez ferroviários contratados nos tempos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Foi então que começou a luta de Gilda Maria da Silva Diniz. Juntamente com um grupo de esposas, criou uma comissão para representar a categoria perante autoridades políticas da época. No ano de 1994, originou-se a Cooperativa Habitacional Diretor Augusto Pestana, a qual Gilda Maria da Silva Diniz foi presidente, até o ano de 2013, quando faleceu em decorrência de uma doença cerebral.


Regina Flores de Souza atuou, desde 1997 até o ano de 2010, junto à Associação de Moradores e Cooperativa Habitacional Diretor Augusto Pestana, no movimento para regularização das casas da Vila Ferroviária no Bairro Humaitá. Foi bastante atuante como representante dos moradores da região em fóruns de cooperativas e demais encontros que tratavam desse tema. Após se afastar da Associação por motivos de saúde, veio a falecer em 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s